quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Ninguem vive so

Thursday, December 27, 2007



NINGUEM VIVE SÓ
Ninguém vive só...
Mesmo as estrelas do céu cantam juntas,
As águas do oceano se esprai NINam ao mesmo tempo,
E as lágrimas vêm sempre junto aos sorrisos...

Ninguém vive só...
Enquanto os grãos de areia do deserto
dançam em uníssono, no bailado da brisa,
as ervas verdejantes dormem juntas
e os pássaros aderem à revoada...

Ninguém vive só...
Mesmo as pedras procuram os caminhos
porque o caminho sempre tem homens...
e as flores procuram o jardim,
porque o jardim sempre tem esperanças...
Mesmo o perfume procura flores
porque as flores encerram ilusões...

Ninguém vive só...
E nesta grande harmonia de conjunto,
neste inimitável poema de sociabilidade,
procuremos situar-nos como homens,
abandonando a idéia do "eu" do individualismo, do egoísmo
e aderindo à rima do "nós",Em Deus

Nenhum comentário:

Postar um comentário